Feliz aniversário, Miguel Pupo!

IMG_9370.JPG

Fotos: Arquivo pessoal e Reprodução/Instagram

[divider type=”thin”]

[intro-text size=”25px”]Hoje (19 de novembro), Miguel Pupo completa 23 anos. O moleque que nasceu no palanque e nunca mais saiu dele, é top 15 do WCT – resultado que só vem melhorando desde a sua estreia na elite, em 2011. Este post é só para dar os parabéns pelo surfista, filho e homem que Miguel é. Sou fã desse cara. Parabéns!!!![/intro-text]

[divider type=”thin”]

Pupo pai e Pupo filho. O ofício “das ondas” foi passado logo cedo para o moleque que nasceu pertinho do mar, no litoral de São Paulo. Miguel Pupo – filho do ex-surfista profissional e shaper Wagner Pupo -, tem origem e valores formados na água salgada. Os irmãos Dominique e Samuel surfam, e a mãe, Jeane Pupo, capta as imagens do “time” em ação. É uma das famílias mais “Ohana” (família em havaiano) do surfe brasileiro. A palavra Ohana é mantra na casa deles em Maresias – meca do surfe no Brasil.

IMG_9371-0.JPG
Miguel e o irmão Samuel

“A nossa família respira o surfe, ele corre nas nossas veias” – me disse Wagner num bate-papo informal quando nos encontramos em Portugal no mês passado.

“Acho que até através da vida do Wagner e do Ricardinho Toledo (ex-surfista profissional e pai do também top do WCT Filipe Toledo) que foram competidores e levavam eles (Miguel e Filipe) junto. Quer dizer, o Miguel, o Filipe nasceram dentro de um palanque. No Brasil a gente ia pro Sul e o Miguel era bebezinho e ficava brincando no palanque, a Domi o Samuca… Então, já vem há alguns anos mudando (esse cenário) e hoje o Brad Simpson (top do WCT) chega com a esposa e o bebê, o CJ (Hobgood)… Acho que eles estão levando (essa cultura) pra eles também. Até o gringos – que falam que são mais frios – vendo essa história de família e como isso faz bem têm trazido as famílias junto também. Acho que os brasileiros têm mudado um pouco essa visão de família, não deixando de lado e sim trazendo pra junto” – conta Jeane, mãe de Miguel.

IMG_9362.JPG

A família viajou de motorhome (casa sobre rodas, como o nome condena) pela Europa para acompanhar Miguelito nas etapas da França e de Portugal do WCT – essa história completa eu conto em outro post, prometo. O fato é que eles são unidos de verdade, é bonito de ver.

IMG_9356.JPG

 

Agora em Maresias, durante o WQS, passei algum tempo com ele assistindo ao show do CPM22Badauí, o vocalista, é fã de Miguel e vice-versa -, mas o que eu ia dizer é que em pouco mais de 1 hora ele tirou umas 30 fotos e deu uns 40 autógrafos – até meu filho tirou uma casquinha, rs. Tudo isso sorrindo e se divertindo. A impressão que me deu é que ele não se deu conta do “tamanho” que tem e que talvez por isso, nunca vá parar de crescer e evoluir.

Veja mais fotos do Miguel:

facebooktwittermail

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *