Gabriel Medina em ação

gmbells

Sinal verde na 2a. etapa do Mundial de Surfe 2016. Gabriel Medina e Adriano de Souza venceram suas baterias e avançaram direto para a 3a. fase da competição. Mas ainda tem muita onda para quebrar até 5 de abril, último dia da janela de espera.

Confira agora Gabriel Medina em ação.

 

 

Rip Curl Pro Bells Beach Round 1 Resultados:

Heat 1: Davey Cathels (AUS) 15.20, Jeremy Flores (FRA) 13.60, Caio Ibelli (BRA) 10.00

Heat 2: Julian Wilson (AUS) 13.84, Stuart Kennedy (AUS) 11.40, Adam Melling (AUS) 10.57

Heat 3: Kanoa Igarashi (USA) 14.04, Dusty Payne (HAW) 12.67, Italo Ferreira (BRA) 12.46

Heat 4: Gabriel Medina (BRA) 13.84, Conner Coffin (USA) 11.37, Timothee Bisso (GLP) 10.53

Heat 5: Mick Fanning (AUS) 16.93, Keanu Asing (HAW) 12.77, Mason Ho (HAW) 9.76

Heat 6: Adriano de Souza (BRA) 11.23, Tim Stevenson (AUS) 10.60, Michel Bourez (PYF) 9.00

 

Próximas Baterias do Round 1:

Heat 7: Kelly Slater (USA), Kai Otton (AUS), Alex Ribeiro (BRA)

Heat 8: Joel Parkinson (AUS), Taj Burrow (AUS), Sebastian Zietz (HAW)

Heat 9: Matt Wilkinson (AUS), Kolohe Andino (USA), Miguel Pupo (BRA)

Heat 10: Nat Young (AUS), Adrian Buchan (AUS), Ryan Callinan (AUS)

Heat 11: Josh Kerr (AUS), Wiggolly Dantas (BRA), Matt Banting (AUS)

Heat 12: John John Florence (HAW), Jordy Smith (ZAF), Jadson Andre (BRA)

*Imagem destaque: WSL/Ed Sloane
facebooktwittermail

2 thoughts on “Gabriel Medina em ação

  1. Ontem durante a bateria, o pessoal estava comentando como a experiência de um atleta é fundamental, apesar da serie não entrar forte a escolha da onda é fundamental para seguir nas baterias. Go Medina!!!

    1. Exatamente. Um surfista campeão é a combinação de talento, dedicação, técnica, tática de competição e experiência…ah, o carisma sempre ajuda também 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *