Medina sobre Portugal: “a onda aqui é boa, já tive bons resultados”

Reprodução/TwitterE que resultados! Gabriel Medina fez final em Portugal em 2012  e há quem diga que a vitória do australiano Julian Wilson sobre ele não foi justa, mas isso é passado… E o futuro? Pode ser escrito por ele no próximos dias. Gabriel chega à Portugal com motivos de sobra para vencer a etapa e, por antecipação, conquistar o inédito titulo mundial, sem deixar a decisão para o Havaí.

O campeonato – já em período de espera -, deve começar pra valer nesta sexta (17). Eu cheguei por aqui agora pouco, mas Gabriel e toda sua família – que está junta em mais essa empreitada -, está por aqui desde a semana passada. Conversei rapidinho com ele por telefone antes do meu embarque e como sempre o menino de Maresias foi simpático e determinado.

Com a fala mansa e tímida, disse: “em Portugal me sinto em casa, tem muita gente torcendo por mim”.E tem mesmo! Passando pela imigração hoje com um casaco da ESPN (tá frio aqui!) ouvi do agente de imigração: “ora pois, não estás chegando tarde para ver o menino Medina?”. Ao que respondi: “Tenha calma, o campeonato ainda não começou”.

“Estou com a minha família, tá tudo bem, minhas pranchas estão boas. Espero que eu vá bem nesse campeonato”,  assim é Gabriel – garoto de família no melhor significado da palavra. Dona Simone, a mãe, chegou esta semana – veio depois -, e já está na oração pelo filhão. A família leva a religião a sério e Gabriel não viaja sem seu exemplar “da palavra”.

Não interessa aqui a religião e sim a fé. Essa é de admirar! Gabriel e seus companheiros no tour trouxeram de volta justamente a fé, fé e esperança no surf brasileiro. “Sei que tem um monte de gente torcendo por mim. Então, quero deixar todo mundo orgulhoso e feliz. Espero que dê tudo certo… “tamo junto. Vamo (sic), Brasil!”, finaliza Gabriel ao telefone.

Vai Medina!

facebooktwittermail

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *