“A gente ainda não ganhou, mas vai ganhar!”, diz Charles Rodrigues

charles_praia

[intro-text size=”25px”]Fiquei arrepiada com a declaração! Acompanho desde o início a carreira do Medina, do início mesmo, quando ele tinha ainda uns 11 anos de idade e disputava os campeonatos regionais do litoral norte de São Paulo. O tempo passa…[/intro-text]

[divider type=”dashed”]

charles_fotaoVoltando à declaração “a gente ainda não ganhou, mas vai vencer”, foi o que ouvi de mais marcante hoje (terça, 14) da boca do treinador e padrasto de Gabriel, Charles Rodrigues. Ele falou com aquele sorriso característico de Charles mas que hoje veio carregado de significado. Falou com os olhos e com a alma. Determinou para Universo: que assim seja!

Charles me falou do orgulho que sente de tudo o que foi conquistado até aqui, em especial do respeito que a ASP (Association of Surfing Professionals) tem pelo brasileiro – isso minha gente eu nunca tinha visto -,  mas disse também que ainda faltam alguns degraus para subir no pódio. “A gente fez uma grande caminhada e estão faltando alguns passos. Ninguém venceu ainda, mas está todo mundo observando a força de vontade e a capacidade de Gabriel. Então, a chance é grande. A gente ainda não ganhou, mas vamos (sic) ganhar”. Nossa conversa foi logo depois da vitória de Gabriel no primeiro round em Supertubos.

[divider type=”short”]

E assim é a tônica da família do menino de Maresias: volto aqui a falar de fé. A mãe de Gabriel, Simone, me contou que acordou de madrugada e foi rezar nas pranchas do filho e pedir proteção. A fé a mantém tranquila. “Eu sei que Ele (Deus) não vai me deixar nessa hora. Não vou infartar… Mas agradecer. Continuo sendo grata. Nada acontece por conta de uma pessoa só”. Verdade seja dita, que família unida. “Veio a Sophia e o Felipe (irmãos), meu irmão, o César, o Henrique… Tá chegando meu cunhado… Nós viemos com um exército bem reforçado, bem reforçadinho”, completou Simone.

Gabriel apareceu logo depois. Sorriu para as câmeras, apertou muitas mãos, tirou fotos e  agradeceu a torcida. Nitidamente ele queria sair logo dali, certamente para deixar explodir a alegria, ufa! Uma já foi pra conta…

[divider type=”short”]Mais tarde jantamos juntos do Espetão do Gaúcho, uma churrascaria do brasileiro Mário. É lá que a família janta todos os dias. Os brasileiros adoram a comida e o ambiente. Em 2011, a comemoração da vitória em Portugal de Adriano de Souza foi no Espetão e Seu Mário já matou um boi antecipando o churrasco da vitória de Gabriel, rs.
.
Quem também passou por lá foi Jadson André – amanhã (quarta,15) cedinho gravo com ele. Tenho que me preparar para sofrer de cãibra na barriga de tanto rir. Jadson é o cara mais divertido do tour! Jaaaaadson!

E pra terminar um aviso aos navegantes: Se precisar de um durex em Portugal diga apenas fita adesiva.

facebooktwittermail

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *