Xaparral na pegada!

xaparral2

Xaparral com a equipe Personal Boards

Treino, treino, treino! Para quem pensa que a ralação de um skatista profissional é “apenas” sobre as rodinhas do skate – o que por si só já é bastante coisa -, o pedacinho do treino de Lucas Xaparral que flagrei hoje cedo em São Paulo revela exatamente o oposto!

Em tempos de inclusão do skate e do surfe na próxima edição dos Jogos Olímpicos (falta apenas uma última votação que será realizada em agosto), à preparação e prevenção de lesão nunca foram tão importantes. Na verdade importante sempre foram, claro, mas parece que neste momento estão mais evidentes. Com dois campeões mundiais de surfe na sequência (Gabriel Medina e Adriano de Souza) e a mais nova paixão nacional esportiva pelos esportes “não convencionais”, a onda é outra.

Skatista malhando, surfe olímpico em piscina de onda, skate nas Olimpíadas de Tokyo (claro, tinha que ser no Japão, né?) calma lá! Antes de torcer o nariz e criticar, que tal refletir…

Toda mudança de paradigma tem o lado positivo e o negativo. Mas será mesmo necessário escolher um ou outro? O caminho do meio pode ser uma boa opção para esportes, esportistas e em especial para a comunidade dos esportes de ação, falo de surfar a onda do positivo e extrair combustível transformador do negativo. E quanto ao impossível isso ou aquilo, gosto de pensar nas  palavras de Walt Disney – “gosto do impossível por que lá tem menos competição”, rs! 🙂

Bom sábado amigos! beijo

 

 

 

 

facebooktwittermail

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *